Frases


"Todos temos coisas na vida que valem a pena ser contadas, escritas. Mesmo que não para publicar, escreva-as para a família."Ilko Minev



terça-feira, 9 de março de 2010

O mundo mágico de Art Clokey - (II)



Na penúltima postagem, comecei a falar um pouco sobre o grande animador Art Clokey. Dando continuidade, sigo mostrando a abertura original do The Gumby Show:




Nos Anos 80, iniciou-se uma outra fase de produção da série, ampliando o universo criado inicialmente, com a adição de novos personagens e histórias. Esses episódios perderam um pouco do aspecto surreal dos originais, mas mantiveram bem a essência dos personagens e enredos. Ao todo foram 104 episódios inéditos. Veja a abertura deste novo segmento:




Segundo Art Clokey, esta nova série deu a muitos talentosos animadores de hoje a sua primeira oportunidade. Após, eles foram trabalhar na Pixar, Disney e outros estúdios.

O que continua fascinando no universo de Gumby é a simplicidade de tudo. Os cenários, geralmente compostos de brinquedos, criam uma boa harmonia com os personagens. A ideia de os personagens "entrarem" nos livros também é bem interessante, e dá um ar bastante imaginativo ao andamento das histórias, além da ótima execução do stop-motion, perfeitamente criativa em muitos momentos.

Clokey, porém, foi mais além, e em 1995, produziu um longa para Gumby, intitulado Gumby I ou Gumby The Movie:



O filme amplia ainda mais os conceitos vistos nas séries, apresenta um universo bem peculiar, eleva as técnicas de animação ao seu ápice, além de parodiar grandes clássicos como Star Wars e 2001: uma odisséia no espaço. O trailer, referente ao lançamento em DVD, pode ser visto abaixo:




Gumby e sua turma ainda fizeram diversos comerciais de cereais, além é claro de brinquedos, no final da década de 90, mas nenhum novo projeto animado surgiu desde então. Grande parte dos episódios foi lançada recentemente em DVD.

Tanto os episódios originais, das décadas de 50 e 60, como a nova série de 1988, além do filme, podem ser facilmente achados no YouTube e também via torrent. Vale a pena assistir a esse material, sem dúvida. Ao todo, são mais de 230 episódios.

Mas não foi apenas de Gumby que viveu a mente criativa de Art Clokey; veja mais na próxima postagem desta série. =)

2 comentários:

  1. Adorei a série, Denis! Não conhecia os trabalhos do Art Clokey e estou vislumbrada com o que vi. Estou assistindo aos vídeos que postou aos pouquinhos (problemas na minha conexão), mas quanto a esta vinhetinha eu tenho que dizer que me lembrei quase que imediatamente do clipe "Coffee and TV", do Blur. Talvez seja uma grande bobagem minha (até porque acredito que as técnicas não sejam as mesmas), mas é muito semelhante as expressões faciais dos bonequinhos! Será que houve mesmo referência ao trabalho do Clokey? O que acha?

    Abraços e parabéns pelo blog!!! =)
    Carol.

    ResponderExcluir
  2. Olá Carol, é um prazer vê-la por aqui :)

    Bom, imagino que o legado de Art Clokey já influenciou e continuará a influenciar o trabalho de muitos, desde os de sua época às novas gerações!

    Abraços!

    ResponderExcluir